SindusCon-SP: CUB paulista registra leve alta em julho com 0,03%

Na última quinta-feira (4), o Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (SindusCon-SP) divulgou que o Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil no Estado encerrou o mês de julho com um pequeno crescimento de 0,03%. Nos últimos 12 meses, a alta chega a 1,96%.

O CUB representativo da construção paulista (R8-N) ficou em R$ 1.317,48 por metro quadrado, sendo que o custo médio da mão de obra representa 61,77% do total, de materiais 35,01% e das despesas administrativas 3,22%.

“Os custos da construção se mantiveram praticamente estáveis em julho, sofrendo algum ajuste apenas por conta de alteração nos salários dos engenheiros”, disse o vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan, que acredita em um leve reajuste na mão de obra também será feito em agosto, devido a convenção coletiva de trabalho assinada recentemente pelos sindicatos do interior do Estado.

Dos 27 itens que compõem o CUB paulista, 24 registraram alta em julho. As maiores variações foram do fio cobre antichama isol 750 V 2,5 mm² (0,78%), registro de pressão cromado Ø=1,27cm (0,62%) e chapa compensado plastificado 18mm (037%). Entre os materiais mais importantes do índice, registraram queda o concreto FCK=25 MPa (-0,39%) e o cimento CPE-32, saco de 50 kg (-0,89%). O aço CA-50 Ø 10 mm se manteve estável (0,00%).

Com desoneração

Em julho, as obras incluídas na desoneração da folha de pagamento obtiveram elevação de 0,04% no CUB em relação ao mês anterior, com R$ 1.220,04 por metro quadrado, no total. Em 12 meses, alta foi de 1,85%.

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb.

Veja também: