Lançamentos e vendas de imóveis do Minha Casa Minha Vida puxam mercado imobiliário, diz Abrainc

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

Entre os meses de janeiro a julho de 2017, 37.158 unidades residenciais foram lançadas no Brasil, um crescimento de 9,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas de imóveis novos, por sua vez, totalizaram 58.214 unidades, 0,7% superior na comparação com os meses de janeiro a julho de 2016. Os dados são da pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) e pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Nos últimos 12 meses os lançamentos cresceram 7,1% (72.900 unidades), enquanto as vendas não apresentaram variação significativa (103.500 unidades) na comparação com os 12 meses precedentes.

Na análise por segmento, no último ano terminado em julho, os lançamentos de empreendimentos residenciais de médio e alto padrão (MAP) recuaram 6,5% e as vendas caíram 17,5%. As entregas registraram variação negativa de 22,9% enquanto a oferta final foi de -8,3%.

Já os empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) registraram em 12 meses aumento de 12,2% nos lançamentos na comparação com o mesmo período anterior. Seguindo a análise, as comercializações e a oferta média no segmento também cresceram 24,1% e 21,5%, respectivamente.

Por fim, os distratos somaram 38 mil no período de 12 meses, representando 37% das vendas. A relação entre os distratos e as comercializações do segmento MAP no período foi de 48,1% frente a 20,5% dos empreendimentos MCMV. Na comparação com a safra de lançamentos mais antiga da série histórica (1º trimestre de 2014), a relação entre vendas e distratos é de 32,3% e 20,2% para os segmentos MAP e do MCMV, respectivamente.

Veja também: