Abramat: otimismo dos empresários de materiais de construção se mantém regular em outubro

Pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) aponta um otimismo regular entre os empresários do setor de materiais de construção para as vendas em outubro e para os próximos 12 meses.

Em relação ao mercado interno, 35% das empresas consideram um “bom desempenho” nas vendas de materiais no mês de setembro, 52% consideram um desempenho “regular” e 13% como “ruim”. No mercado externo os números se alteram para 33% de desempenho “bom”, 34% “ruim”, 25% “regular” e 8% “muito ruim”.

Já para o mês de outubro as expectativas para as comercializações no mercado interno são de 65% “regular”, 31% “ruim” e 4% “muito ruim”. Já para o mercado externo os empresários esperam 50% dos negócios como “bons”, 33% como “regular” e 17% como “ruim”.

De acordo com a Abramat, 52% das empresas pretendem investir dentro dos próximos 12 meses, resultado inferior aos 58% apresentados em agosto. Na comparação com setembro de 2016, o crescimento é de 6%.

“Mais uma vez notamos que se mantem o temor do empresariado em relação a uma série de fatores que prejudicam o desenvolvimento do setor e a possível estabilização. A crise política-econômica, falta de investimento em obras públicas, financiamento dificultado, juros ainda muito altos e o desemprego elevado prejudicam as indústrias de materiais de construção”, explica Walter Cover, presidente da entidade.

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb.