Apesar de desacelerar, retração no preço de imóveis comerciais continua em agosto, diz Índice FipeZap

Segundo o Índice FipeZap Comercial, o preço médio de imóveis comerciais apresentou em agosto uma queda de 0,19% nas comercializações e de 0,49% na locação. No acumulado de 2017, os números são de -2,46% e de -3,04%, respectivamente. Os dados foram divulgados na última quinta-feira (28) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e pelo ZAP Imóveis.

Em 12 meses, o preço médio de venda das salas comerciais foi 3,79% inferior e o do aluguel 5,02% mais baixo na comparação com o período precedente. Considerando a inflação, a retração observada é de 6,10% e 7,30%, respectivamente.

Já o valor do metro quadrado atingiu R$ 9.848 para comercialização e R$ 41,53 para locação em agosto. Entre as cidades monitoradas o Rio de Janeiro continua a liderar com o valor mais alto para venda por metro quadrado (R$ 10.711), ao passo que o preço mais caro por metro quadrado para locação está em São Paulo (R$ 44,43) e também a maior taxa de rentabilidade anual de 5,5%.

Vendas

Em São Paulo, o índice registrou os preços mais altos por metro quadrado de imóveis à venda nos bairros de Vila Madalena (R$ 14.963), Alto de Pinheiros (R$ 13.415), Paraíso (R$ 13.382), Itaim (R$ 13.001) e Pinheiros (R$ 12.957). OS menores valores ficaram nos bairros do Morumbi (R$ 8.333), Penha (R$ 8.023), Vila Andrade (R$ 7.701), República/Santa Efigênia (R$ 4.213) e Sé (R$ 4.065).

No Rio de Janeiro os valores mais elevados por metro quadrado foram observados nos bairros do Leblon (R$ 30.495), Ipanema (R$ 26.281), Jardim Botânico (R$ 24.904), Flamengo (R$ 16.399) e Catete (R$ 16.074). Já os bairros mais baratos são Taquara (R$ 5.861), Campo Grande (R$ 5.727), Pilares (R$ 5.219), Pechincha (R$ 5.163) e Madureira (R$ 5.139).

A capital mineira obteve os preços mais caros por metro quadrado nos bairros de Belvedere (R$ 10.613), Lourdes (R$ 10.000), Prado (R$ 9.856), Cruzeiro (R$ 9.731) e Santo Agostinho (R$ 9.603). Os menores valores ficaram nos bairros de Buritis (R$ 7.668), São Bento (R$ 7.088), Gutierrez (R$ 6.790) Floresta (R$ 4.518) e Centro (R$ 3.886).

Na cidade de Porto Alegre, os valores mais altos por metro quadrado foram registrados nos bairros de Santana (R$ 13.876), Bela Vista (R$ 13.704), Mont’Serrat (R$ 13.643), Vila Ipiranga (R$ 13.084) e Boa Vista (R$ 12.363). Os preços mais em conta foram registrados entre os bairros de Sarandi (R$ 4.078), Cavalhada (R$ 4.074), Centro Histórico (R$ 4.041), Azenha (R$ 4.003) e São Geraldo (R$ 3.762).

Locação

Na capital paulista, os preços mais elevados por metro quadrado para locação foram registrados nos bairros do Itaim (R$ 66,94), Pacaembu (R$ 63,33), Sumaré (R$ 61,17), Bela Vista (R$ 61,08) e Jardins (R$ 60,66). Os valores mais baixos ficaram nos bairros da Vila Matilde (R$ 25,06), Vila Maria (R$ 23,38), São Domingos (R$ 22,75), Brás-Bresser (R$ 21,53) e Freguesia do Ó (R$ 17,75).

O Rio de Janeiro apresentou os maiores valores por metro quadrado nos bairros do Leblon (R$ 131,88), Ipanema (R$ 82,88), Botafogo (R$ 78,76), Jardim Botânico (R$ 77,06) e Flamengo (R$ 53,30). Já os menores preços ficaram nos bairros do Camorim (R$ 29,20), Centro (R$ 28,98), Pechincha (R$ 28,08), Méier (R$ 25,85) e Madureira (R$ 25,18).

Em Belo Horizonte, os imóveis com os preços mais caros por metro quadrado estão nos bairros Belvedere (R$ 46,99), Lourdes (R$ 45,08), Santo Agostinho (R$ 41,15), Boa Vista (R$ 41,12) e Estoril (R$ 39,33). Os menores valores ficaram nos bairros Padre Eustáquio (R$ 27,29), Santo Antônio (R$ 26,61), Floresta (R$ 22,31), Sagrada Família (R$ 21,89) e Centro (R$ 20,00).

Por fim, em Porto Alegre os valores mais elevados por metro quadrado foram registrados nos bairros Bela Vista (R$ 62,01), Três Figueiras (R$ 55,12), Praia de Belas (R$ 53,77), Boa Vista (R$ 50,46) e Independência (R$ 50,00). Os bairros com os menores valores foram Hípica (R$ 18,79), São Geraldo (R$ 18,38), Navegantes (R$ 16,45), Sarandi (R$ 16,15) e Nonoai (R$ 14,84).

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

Veja também: