INCC-M registra variação de 0,19% em outubro, indica FGV

A pesquisa divulgada na última quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra uma variação de 0,19% no Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) em outubro, resultado 0,14% superior ao apresentado no mês anterior.

A alta foi influenciada principalmente por conta da parcela de Materiais, Equipamentos e Serviços, que passou de um crescimento de 0,42% em setembro para 0,54% neste mês. Entre os quatro subgrupos que compõem o índice, dois apresentaram resultados positivos, considerando a maior taxa de variação para materiais para estrutura que avançou de 0,56% para 0,92% em outubro.

Já em relação a parcela da mão de obra a variação mensal foi de -0,01%, registrando um leve aumento na comparação com o resultado de setembro (-0,04%). Conforme a entidade, o crescimento se deve aos ajustes nos níveis salariais de algumas ocupações.

Entre as sete capitais pesquisadas pelo índice, duas cidades apresentaram variação positiva em outubro: São Paulo (0,13% para 0,25%) e Rio de Janeiro (de -0,33% para 0,15%). Encerraram o mês com queda: Salvador (de 0,19% para 0,13%), Brasília (de 0,39% para 0,24%), Belo Horizonte (de 0,22% para 0,11%), Recife (de 0,28% para 0,24%) e Porto Alegre (de 0,19% para 0,08%).

A pesquisa foi realizada entre os dias 21 de setembro ao dia 20 de outubro.

Por Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb

Veja também: