Governo Federal contrata 54 mil unidades na Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida

O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou na última segunda-feira (6) a contratação de 54.089 novas unidades na Faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) – a maior desde 2014. Os imóveis para famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil deverão ser construídas próximas a centros urbanos, com facilidade de acesso a escolas, agências bancárias, agência dos Correios, lotérica e pontos de ônibus.

Outra exigência é que esses conjuntos habitacionais tenham infraestrutura implantada, incluindo água encanada, iluminação, rede de esgotos e pavimentação.

Essa é a segunda grande contratação de imóveis da faixa 1 do MCMV em 2017 – em julho, ouras 25.664 unidades foram autorizadas. Dessa forma, das 100 mil unidades previstas como meta do Governo Federal, 79.753 já foram anunciadas. Outras 12.551 unidades estão liberadas por meio de obras ligadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Restam 7.696 imóveis.

Em 2017, de acordo com o Ministério das Cidades, serão 337 municípios beneficiados, R$ 6,31 bilhões em investimentos e obras que envolvem 192 empresas de construção civil, gerando 140 mil empregos.

Vale lembrar que, apesar da meta de 100 mil unidades estar quase sendo alcançada, a Faixa 1 do MCMV teve forte queda de contratações no decorrer dos últimos anos. Em 2013, foram 399 mil unidades autorizadas; em 2014, 132 mil; em 2015, 1.100; e em 2016 3.976.

Veja também: