Caixa libera R$ 4 bilhões e retoma linha de crédito Pró-Cotista

A Caixa Econômica Federal (CEF) liberou no dia 2 de janeiro R$ 4 bilhões para a linha de crédito Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista (Pró-Cotista), que estava suspensa desde julho de 2017 e é a mais barata do mercado. O banco também aumentou o teto de financiamento de imóveis usados de 50% para 70%.

Os empréstimos atendem a três faixas: até R$ 225 mil, até R$ 500 mil e superiores a R$ 500 mil. A taxa de juros efetiva é de 8,85% ao ano, mas é oferecida uma de 7,85% ao ano a clientes que tenham débito em conta ou conta salário.

A linha contempla empréstimos a pessoas com três anos de trabalho ou que tenham pelo menos 10% do valor do imóvel depositado no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Para receber, os interessados também não podem ser proprietários de imóveis no município ou região metropolitana onde moram ou trabalham, ou possuir financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em qualquer parte do País.

No primeiro semestre de 2017 a Pró-Cotista recebeu cerca de R$ 6,1 bilhões da CEF.

“Boas notícias como essas, tanto a da elevação do financiamento pra imóvel usado como a volta do Pró-cotista, melhoram índices de confiança. E confiança é a mola propulsora na decisão pela aquisição e pelo financiamento imobiliário. Com ela, empresários e consumidores se animam, movimentando mais o mercado”, afirma Celso Petrucci, economista-chefe do Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP).

Veja também: