Financiamentos imobiliários têm recuo de 20,9% em novembro, aponta Abecip

Os financiamentos imobiliários com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) caíram 20,9% em novembro, segundo pesquisa divulgada pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) na última semana de dezembro. Ao todo, R$ 3,15 bilhões foram movimentados no mês.

O montante também é 14,7% menor do que o registrado em outubro. Já no acumulado do ano (R$ 39,47 bilhões) a queda é de 4,3% e nos últimos 12 meses (R$ 44,85 bilhões) de 2,5% sobre o período precedente.

Em relação ao número de unidades, nos primeiros 11 meses de 2017, foram financiados 161,05 mil imóveis, o que representa uma diminuição de 10,1% em comparação ao mesmo período de 2016 (179,24 mil unidades). Nos últimos 12 meses encerrados em novembro, o número é de 181,50 mil imóveis, recuo de 9,8% sobre os 12 meses precedentes.

Em novembro, a captação líquida da poupança ficou positiva em R$ 3,76 bilhões, mostrando recuperação em relação a outubro (-R$ 1,67 bilhão) e ao mesmo mês do ano passado (R$ 2,6 bilhões). No acumulado de 2017, porém, a captação líquida de poupança ainda está negativa (-R$ 184 milhões), mas em volume muito menor do que o verificado em igual período do ano passado (-R$ 40,2 bilhões).

“Embora a captação líquida ainda esteja no campo negativo em 2017 (janeiro a novembro), a expectativa é de reversão em dezembro, permitindo que a caderneta de poupança encerre o ano no campo positivo. Em dezembro, sazonalmente ocorre maior volume de entradas líquidas, em decorrência de recebimentos típicos de fim de ano, como é o caso de parte do 13º salário”, diz a Abecip.

Veja também: