Ano inicia com preços de locação imóveis comerciais em queda e de venda em alta, mostra Índice FipeZap

O Índice FipeZap Comercial, desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em conjunto com o portal ZAP Imóveis, registrou aumento de 0,55% nos preços de venda e uma queda de 0,10% na locação de imóveis comerciais em janeiro de 2018. No acumulado dos últimos 12 meses, porém, há uma queda nominal de 3,30% e 3,51% nos valores, respectivamente.

O indicador acompanha o valor médio do metro quadrado de conjuntos e salas comerciais de até 200 m² em São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com base em anúncios da Internet.

No mês, a cidade de São Paulo apresentou crescimento de 0,69% no valor do metro quadrado para venda e de 0,13% na locação. Já o Rio de Janeiro teve uma alta de 0,60% na comercialização e recuo de 0,45% na locação no período. Belo Horizonte recuou -0,09% no preço de compra imóveis comerciais e -0,59% no aluguel. Porto Alegre, por fim, apresentou altas de 0,43% (comercialização) e 0,20% (locação).

Em janeiro de 2018, o valor médio do metro quadrado de imóveis comerciais anunciado nos municípios monitorados foi de R$ 9.683 no caso e venda e de R$ 40,34 na locação. O Rio de Janeiro se manteve no topo do ranking de venda, com o preço mais caro por metro quadrado (R$ 10.593/m²), enquanto São Paulo permanece com o maior preço médio de locação (R$ 43,28/m²), além de oferecer a maior taxa de rentabilidade do aluguel comercial entre as cidades monitoradas, com retorno anualizado de 5,5%.

Venda
Assim como em dezembro, Rio de Janeiro se manteve no topo do ranking do valor mais caro do metro quadrado comercial para venda, liderado pelos bairros Leblon (R$ 31.603), Ipanema (R$ 25.406), Jardim Botânico (R$ 24.557), Flamengo (R$ 16.316) e Catete (R$ 16.166). Já os mais baratos: Campo Grande (R$ 5.660), Taquara (R$ 5.379), Pilares (R$ 5.075), Madureira (R$ 4.786) e Pechincha (R$ 4.586).

Na capital paulista, os maiores valores foram registrados nos bairros: Cidade Jardim (R$ 16.713), Ibirapuera (R$ 15.864), Paraíso (R$ 15.634), Chácara Klabin (R$ 13.485) e Vila Nova Conceição (R$ 13.437). Entre os menores estão: Bom Retiro (R$ 4.563), Campos Elísios (R$ 4.143), República (R$ 4.125), Brás (R$ 4.121) e Vila Mascote (R$ 3.000).

Em Belo Horizonte, os bairros com maior valor são Lourdes (R$ 10.118), Belvedere (R$ 9.975), Santo Agostinho (R$ 9.922), Prado (R$ 9.773) e Savassi (R$ 8.975). Entre os mais baratos estão Buritis (R$ 7.519), Gutierrez (R$ 7.423), Sion (R$ 7.068), Floresta (R$ 4.822) e Centro (R$ 4.021).

Na cidade de Porto Alegre, os valores mais altos por metro quadrado foram registrados nos bairros Mont’Serrat (R$ 13.884), Santana (R$ 13.736), Bela Vista (R$ 13.390), Vila Ipiranga (R$ 12.374) e Boa Vista (R$ 11.945). Já entre os valores mais baixos estão Sarandi (R$ 4.067), Cavalhada (R$ 4.064), Centro Histórico (R$ 4.036), São Geraldo (R$ 3.828) e Navegantes (R$ 3.552).

Locação
Os maiores preços de aluguel de salas comerciais continuam sendo em São Paulo. Lideram os bairros do Ibirapuera (R$ 79,49), Cidade Jardim (R$ 74,97), Itaim Bibi (R$ 64,58), Jardins (R$ 60,98) e Paraíso (R$ 59,96). Os menores valores estão nos bairros: São João Clímaco (R$ 19,31), Cidade Ademar (R$ 18,60), Jaguará (R$ 18,00), Artur Alvim (R$ 17,20) e Pedreira (R$ 13,82).

No Rio de Janeiro, os bairros com maior valor de aluguel são: Leblon (R$ 135,38), Ipanema (R$ 83,86), Jardim Botânico (R$ 70,41), Botafogo (R$ 68,53) e Flamengo (R$ 50,00). Entre os preços mais baixos estão Pechincha (R$ 28,31), Centro (R$ 28,07), Camorim (R$ 27,78), Méier (R$ 27,04) e Madureira (R$ 24,17).

Na capital mineira, os bairros são: Belvedere (R$ 45,19), Lourdes (R$ 42,94), Santo Agostinho (R$ 41,17), Boa Vista (R$ 40,00) e Savassi (R$ 38,03). Os menores valores: São Pedro (R$ 26,65), Padre Eustáquio (R$ 24,01), Floresta (R$ 21,31), Sagrada Família (R$ 20,07) e Centro (R$ 19,60).

Por fim, em Porto Alegre os valores mais elevados por metro quadrado foram registrados nos bairros Bela Vista (R$ 62,36), Três Figueiras (R$ 55,81), Praia de Belas (R$ 53,22), Boa Vista (R$ 50,76) e Independência (R$ 48,54). Os bairros com os menores valores foram São Geraldo (R$ 19,05), Hípica (R$ 17,48), Navegantes (R$ 17,40), Sarandi (R$ 16,83) e Nonoai (R$ 16,43).

Por Gabriel Gameiro

Veja também:

Comunicado aos Assinantes PINI!

Nossa plataforma das REVISTAS DIGITAIS está  em manutenção e, em breve, as edições de 2017 e 2018 estarão no ar novamente.
O conteúdo das revistas está disponibilizado nos sites de cada título, na parte de Edições para Assinantes.
Reforçamos, assim, o nosso compromisso de disponibilizar todo nosso conteúdo aos assinantes.