INCC-M acelera e sobe 0,23% em março, diz FGV

Divulgado pelo Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) na última segunda-feira (26), o Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) registrou alta de 0,23% em março, acima do resultado do mês anterior, de 0,14%. A variação foi puxada, principalmente, pelo grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, que teve um crescimento de 0,50%.

Neste grupo, o indicador correspondente a Materiais e Equipamentos registrou variação de 0,47%, 0,7% a mais que no mês anterior. Já a parcela relativa a Serviços passou de uma taxa de -0,01% em fevereiro para 0,59% em março. Neste sub índice, vale destacar a aceleração de projetos, cuja variação passou de -1,47% para 1,26%.

O índice referente à Mão de Obra, por outro lado, não registrou variação na passagem de fevereiro para março.

Apresentaram aceleração em suas taxas de variação as capitais Salvador (de 0,21% em fevereiro para 0,30% em março), Brasília (de 0,02% para 0,38%), Belo Horizonte (de -0,02% para 0,17%), Rio de Janeiro (de 0,25% para 0,28%) e São Paulo (de 0,14% para 0,22%). Por outro lado, as cidades de Recife e Porto Alegre registraram desaceleração: de 0,36% para 0,24% e de 0,17% para 0,05%, respectivamente.

Por Gabriel Gameiro

Veja também:

Comunicado aos Assinantes PINI!

Clique aqui.