Desmonte de rocha | Construção Mercado

Construção

Desmonte de rocha

Empresa selecionada deve ter licença tanto de atuação como para execução da obra específica, com autorização do Exército e da Polícia para o uso de explosivos

Por Bruno Loturco
Edição 113 - Dezembro/2010

divulgação: Caenge Ambiental
A orçamentação do serviço de desmonte costuma se basear no volume, em metros cúbicos ou por tonelada transportada no caminhão
A contratação de serviços de desmonte de rochas - também conhecido como desmonte de bancadas - é necessária nos casos em que o consultor de solos da obra, por meio da prospecção geológica, verifica a existência de camadas de formações rochosas em profundidades nas quais se pretende executar fundações, caminhar com tubulações de infraestrutura ou edificar pavimentos enterrados. O departamento de engenharia da própria construtora é, geralmente, quem contrata o serviço, explica o responsável técnico pela disciplina de geologia da Arcoenge, o engenheiro de minas Morgan John Watikins. Dentre os serviços envolvidos no planejamento e execução do desmonte de rocha, "os principais são sondagem (rotativa ou percussiva), topografia, projeto da obra e análise das interferências na vizinhança", exemplifica ele.

COTAÇÕES DE PREÇOS E FORNECEDORES
Watikins recomenda aos construtores buscar empresas idôneas e com experiência comprovada em obras semelhantes. "Consultar quem já precisou é um bom caminho, além de analisar a documentação oferecida pelas empresas", salienta. Também é importante verificar se as empresas dispõem dos equipamentos necessários para realizar as análises e de pessoal técnico treinado para a execução do serviço. "Além de ter licença para desenvolver a atividade, a empresa deve providenciar licença específica para a obra a ser executada", lembra Roberto Gerab, cooordenador da Kallas Engenharia. As licenças são expedidas pela prefeitura, pela Polícia Civil e pelo Exército Brasileiro.
Para solicitar os orçamentos é preciso fornecer às empresas o volume, a altura de corte, o tipo de rocha, a produção desejada, o equipamento de carga e o transporte a ser utilizado, os relatórios das sondagens realizadas, o projeto de escavação, detalhes específicos do projeto em questão, além de informar sobre a presença de vizinhos.
Em geral, os orçamentos são concebidos com base no volume, em metros cúbicos "in situ", ou por tonelada transportada no caminhão. Para Watikins, o construtor deve exigir que a empresa contatada destaque no orçamento o escopo de atuação, ou seja, perfuração, desmonte, carga e transporte ou só perfuração e desmonte, por exemplo. "Deverá possuir uma descrição técnica com o método proposto e destacar os encargos da contratante e da contratada, além de conter o prazo de entrega proposto e a relação de documentos necessários", pontua.

CRITÉRIOS DE DESEMPENHO
Os parâmetros de desempenho normalmente definidos dizem respeito ao cumprimento das normas de segurança, atendimento do cronograma, granulometria da rocha detonada, elaboração de histogramas de equipamentos e mão de obra. De acordo com Watikins, é diferencial, nesse sentido, a existência de certificações como ISO 9001.

A definição de requisitos mínimos de desempenho exige pleno conhecimento tanto da parte estrutural do maciço quanto da metodologia de execução do serviço, conforme afirma Gerab, da Kallas Engenharia. "É necessário definir a família de fraturas, diaclases, planos de falhas e, depois de mapeadas essas estruturas, definir que tipo de explosivo usar e em que quantidade", diz. Segundo ele, quanto maior o sistema de fraturamento, mais explosivos será necessário. "Portanto, o ideal é contratar uma consultoria de desmonte de rochas e planejar detalhadamente o desmonte antes de submetê-lo à concorrência", recomenda.

PROBLEMAS RECORRENTES
Um dos principais problemas enfrentados quando da execução de desmonte de rocha estão relacionados a acidentes, que, além de causarem danos à obra, também afetam os vizinhos do empreendimento. Conforme ressalta Watikins, a depender da gravidade, problemas desse tipo podem, inclusive, incorrer em acionamentos legais cíveis e criminais. O engenheiro da Arcoenge também considera crítico o não cumprimento do cronograma e a discussão de custos adicionais não previstos inicialmente. Uma das causas de atraso por ele citada remete a embargo ou multa por falta de documentação.

A revisão do orçamento, por sua vez, decorre, muitas vezes, de execução inadequada. Watikins conta que esse tipo de problema é evitado "exigindo os resultados dos monitoramentos a cada detonação, ou seja, acompanhando a execução de perto". A recomendação do engenheiro estende-se à exigência de realização de laudo de avaliação das estruturas vizinhas, com comparação da situação das edificações mais próximas antes e depois do desmonte. Já Gerab conta que por vezes podem ocorrer divergências entre os planos de fogo apresentados pelos concorrentes. "Critérios diversos de análise dos aspectos estruturais do maciço conduzem à definição de planos diferentes", analisa.

CUIDADOS GERAIS
O principal cuidado recomendado por Watikins é a busca por referências sólidas. "Devem ser evitadas as empresas que não fornecem a documentação completa", endossa. Depois de contratada a empresa, é necessária a verificação constante sobre se a empresa contratada atende aos parâmetros de qualidade.

NORMAS TÉCNICAS
ABNT NBR 9061 - Segurança de Escavação a Céu Cberto - Procedimento
NBR-9653 - Guia para Avaliação dos Efeitos Provocados pelo Uso de Explosivos nas Minerações em Áreas Urbanas
NR-18 - Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

Checklist

> Responsável pela contratação da empresa de desmonte de rocha, o departamento de engenharia da construtora deve providenciar, ao solicitar orçamentos, a sondagem do terreno, a topografia, o projeto da obra e a análise das interferências na vizinhança
> O ideal é selecionar para a concorrência apenas empresas com bom histórico de obras semelhantes executadas. Cabe também a consulta a outros construtores para coleta
de referências
> Às selecionadas, a construtora deve enviar toda a documentação produzida sobre a geologia do terreno
> É importante solicitar às empresas que forneçam orçamentos com base no volume em metro cúbico ou em toneladas transportadas por caminhão, além do escopo de atuação, contemplando perfuração, desmonte, carga e transporte
> Como critérios de desempenho é possível considerar, além do cumprimento de normas de segurança, o atendimento ao cronograma, a granulometria da rocha, a elaboração de relatórios de equipamentos e de mão de obra


marcos lima
ENTREVISTA >  Roberto Gerab
Desmonte técnico

O que é desmonte de rocha?
Desmonte de rochas ou também conhecido como desmonte de bancadas é a atividade mais comum de explosão de rocha. Pela definição, desmonte de bancadas significa explosão de um furo na vertical ou subvertical ou uma fileira de furos para tornar uma superfície vertical livre. Mais de uma fileira de furos pode ser explodida ao mesmo tempo. Um momento de atraso na detonação entre as fileiras cria superfícies livres novas para cada fileira.

Tecnicamente, como funciona?
A ruptura da rocha por explosivos pode ser explicada em três estágios. No primeiro, o explosivo detonador esmaga a rocha na proximidade do furo devido à elevada pressão da detonação. No segundo, ondas sísmicas de compressão propagam-se na rocha em todos os sentidos com velocidade igual. Quando atingem a superfície, causam forças de tensão que partem a rocha. Como regra geral, a força de tensão da rocha é de cerca de 1/10 da força de compressão, sendo por isso necessário definir uma malha de perfuração que garanta essa relação. Por fim, o gás de alta pressão da detonação penetra nas fraturas que são a consequência da falha no segundo estágio e alarga-as. A massa da rocha entre o furo e a face livre cederá e será então empurrada para frente pela pressão do gás.

Existem técnicas alternativas?
Em áreas urbanas de grande densidade habitacional, adota-se o método com argamassa expansiva, que consiste em executar furos em diversos pontos do maciço com marteletes pneumáticos ou perfuratrizes elétricas. Esses furos são preenchidos com uma argamassa especial e tamponados. Essa argamassa irá expandir e provocar fissuras na rocha, que serão então removidas com o emprego de equipamentos apropriados, como retroescavadeiras ou escavadeiras da maior porte. Esse sistema é utilizado para evitar abalos no terreno, evitando danos em imóveis próximos.