Novo COO da BKO analisa cenário de acomodação e aponta que momento é propício para investimentos em tecnologia, mudança arquitetônica e aumento da produtividade | Construção Mercado

Entrevista

Mario Giangrande

Novo COO da BKO analisa cenário de acomodação e aponta que momento é propício para investimentos em tecnologia, mudança arquitetônica e aumento da produtividade

Por Kelly Carvalho
Edição 147 - Outubro/2013

O engenheiro Mario Giangrande testemunhou o bom desenvolvimento do setor no final dos anos 1990, caracterizado por significativos avanços no uso de tecnologias industrializadas, e acompanhou logo em seguida o forte retrocesso do segmento. Pouco tempo depois viu o boom imobiliário, que mudou radicalmente a movimentação do mercado pela grande oferta de crédito e pela onda de abertura de capital das construtoras. Em seguida, observou muitas empresas enfrentarem dificuldades para se ajustarem à realidade do setor, pois não podiam atender às exigências do mercado de investimentos quanto ao volume e velocidade de produção.

Todos esses marcos da história recente da construção civil Giangrande acompanhou de dentro da BKO Engenharia. E agora, assume a tarefa de liderar a empresa em mais um momento de acomodação da atividade setorial. Para ele, a desaceleração do mercado é a oportunidade para se dar o salto de produtividade que falta no setor.

Conteúdo exclusivo para assinantes da revista Construção Mercado

Outras opções

Destaques da Loja Pini
Aplicativos