Transformação das cidades promoverá requalificação urbana e novos negócios, aponta urbanista | Construção Mercado

Artigo

Urbanismo

Transformação das cidades promoverá requalificação urbana e novos negócios, aponta urbanista

Por Carlos Sandrini
Edição 180 - Julho/2016

Municípios de todas as regiões do planeta investirão entre US$ 930 bilhões e US$ 1,7 trilhão ao ano até 2025 para se tornarem Cidades Inteligentes. Tais aportes abrirão grandes oportunidades de negócios para as empresas que souberem entender bem o conceito e seus desdobramentos.

O termo Cidade Inteligente se refere aos locais onde os cidadãos e serviços essenciais estão conectados de modo eficiente. Assim, há compartilhamento de produtos, serviços e espaços, facilidade nos deslocamentos, qualidade nos serviços públicos e uso significativo de energia limpa, bem como reaproveitamento de água e lixo. Uma característica marcante é a verticalização, que facilita a aproximação física de cidadãos e serviços essenciais como saúde, educação e transporte.

ACERVO PESSOAL



São esperadas reduções significativas do comércio popular de rua, abandono dos edifícios comerciais antigos e o redirecionamento das indústrias




Nos próximos anos, veremos uma diminuição natural do trânsito devido à queda drástica da frota de automóveis, motivada pela mudança da cultura de necessidade do carro próprio graças às novas opções de compartilhamento de veículos, adoção de alternativas privadas de transporte e soluções que evitam o deslocamento em massa das pessoas.

Conteúdo exclusivo para leitores
cadastrados ou assinantes da revista Construção Mercado

Ainda não é um assinante PINI?
Escolha uma das opções abaixo e faça já sua assinatura.