Ministério das Cidades oficializa remanejamento de R$ 2,54 bilhões à linha Pró-Cotista | Construção Mercado

Crédito

Notícias

Ministério das Cidades oficializa remanejamento de R$ 2,54 bilhões à linha Pró-Cotista

Linha de financiamentos de imóveis da Caixa Econômica Federal tem os juros mais baixos do mercado

Da redação da PINIweb
9/Maio/2017
Rodrigo de Oliveira/Divulgação: Agência Caixa

Cumprindo com o que a Caixa Econômica Federal havia dito na última semana, o Ministério das Cidades publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (9) o remanejamento de R$ 2,54 bilhões para o Programa Especial de Crédito Habitacional ao Cotista (Pró-Cotista). A linha de financiamento agora totaliza R$ 7,54 bilhões de recursos em 2017.

De acordo com o Governo Federal, "o remanejamento preserva os recursos dos programas Carta de Crédito Individual, Carta de Crédito Associativo e Apoio à Produção de Habitações, vinculados à área orçamentária de Habitação Popular, cujos financiamentos integram o Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV)".

Para ter acesso aos empréstimos da Pró-Cotista, os interessados devem ter, no mínimo, três anos de trabalho e conta vinculada ao Fundo de Garantia ao Tempo de Serviço (FGTS) e não ser proprietários de imóveis no município ou região metropolitana onde moram ou trabalham, ou possuir financiamento no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) em qualquer parte do País. Os imóveis novos têm prioridade na utilização dos recursos, sendo que 60% dos recursos são para este fim.

São três faixas de imóveis contempladas: até R$ 225 mil, até R$ 500 mil e superiores a R$ 500 mil. A taxa de juros efetiva é de 8,85% ao ano, mas é oferecida uma de 7,85% ao ano a clientes que tenham débito em conta ou conta salário.