Vendas de materiais da construção voltam a cair em abril, mostra Abramat | Construção Mercado

Negócios

Notícias

Vendas de materiais da construção voltam a cair em abril, mostra Abramat

Faturamento da indústria foi 7,5% menor do que o mesmo mês do ano passado

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
19/Maio/2017
Marcelo Scandaroli

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção (Abramat), o faturamento total deflacionado das vendas dos materiais de construção registrou em abril queda de 7,5% em relação ao mesmo mês de 2016. Em 12 meses, o recuo acumulado é de 8,8%.

A retração aconteceu, segundo a entidade, devido ao menor número de dias úteis - o mês de abril teve dois feriados - e da fraca atividade econômica do setor da construção e imobiliário, que continua com baixo número de lançamentos e de obras de infraestrutura. "Como prevíamos, o primeiro semestre deverá terminar com uma queda nas vendas ao redor de 5% e a expectativa é de uma recuperação no segundo semestre", comenta Walter Cover, presidente da Abramat.

Na pesquisa da entidade, os materiais segmentados de base e de acabamento caíram 6,1% e 9,7%, respectivamente, no quarto mês do ano em relação a março. Na comparação de abril de 2016, o recuo foi de 6,1% e 9,3%.

Outro índice que apresentou retração foi o nível de emprego da indústria de materiais de construção, com -5,9% em comparação a abril de 2016 e -8,2% no acumulado em 12 meses. Se comparado a março de 2017, o índice apresentou crescimento de 0,1%.

A expectativa da Abramat é que próximos meses apresentem uma melhora na venda de materiais de construção. "Para que isso aconteça é necessária uma melhora sensível no financiamento de moradias, uma retomada mais intensa no programa MCMV, uma aceleração no programa de concessões e PPPs, bem como a recuperação no nível de emprego na economia", diz Cover.