Editorial: hora de aprimorar o setor

O cenário de crise econômica e a retração dos negócios impõem a empresas a necessidade de revisar seus procedimentos em busca de ganhos de produtividade. Por conta disso, a revista Construção Mercado de março traz uma reportagem especial sobre o BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação na Construção, em português), com exemplos de incorporadoras e construtoras que adotaram essa tecnologia em seus projetos com o objetivo de obter ganhos operacionais. O foco da matéria é a gestão dos recursos humanos, mostrando como as empresas prepararam suas equipes e buscaram profissionais no mercado para implementar o BIM. Com o ciclo de demissões no setor, a qualificação em BIM se sobressai como um diferencial para profissionais em busca de uma vaga.

 

O momento conturbado pede um amplo debate sobre processos operacionais dentro das empresas, regulamentação do setor e reforço de instrumentos jurídicos

A revista deste mês também fomenta o debate sobre crédito imobiliário neste momento em que o FGTS tem sido cada vez mais demandado para compensar a escassez de recursos da caderneta de poupança, principal fonte de funding para os financiamentos habitacionais. A pesquisadora Claudia Magalhães Eloy participa desta edição com um artigo em que questiona a aplicação dos recursos do FGTS, os custos de captação versus as taxas de empréstimos, e o perfil da sua administração. Já na seção Entrevista do Mês, a revista traz o novo presidente da Abecip, Gilberto Duarte de Abreu, que fala sobre a atuação dos bancos diante da retração dos financiamentos imobiliários, aumento dos distratos e renegociação de dívidas com incorporadores. O momento conturbado pede um amplo debate sobre processos operacionais dentro das empresas, regulamentação do setor e reforço de instrumentos jurídicos.

Nas demais páginas, a revista traz um raio x das oportunidades de negócios em logística e hotelaria no interior paulista, enquanto outra reportagem conta o esforço das incorporadoras para lidar com empreendimentos imobiliários associados a obras públicas de infraestrutura com longos atrasos na cidade de São Paulo. Boa leitura.

Circe Bonatelli
editor

Veja também: