INCC-M tem novo crescimento em abril, diz FGV

O Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) registrou alta de 0,28% em abril, após elevação de 0,23% um mês antes, informou o Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) no último dia 25. O resultado foi influenciado tanto pela parcela relativa a Materiais, Equipamentos e Serviços, quanto a Mão de Obra.

No primeiro grupo, a elevação foi de 0,40% no quarto mês deste ano, resultado abaixo do 0,50% registrado em março. Dos quatro subgrupos componentes deste indicador, dois apresentaram aceleração em suas taxas na comparação com março: Materiais para Estrutura (de 0,38% para 0,51%) e Equipamentos para Transporte de Pessoas (de 0,15% para 0,33%). Já Materiais para Instalação subiu 0,03% e Materiais para Acabamento aumentou 0,23%.

Por outro lado, a parcela relativa a Materiais, Equipamentos e Serviços cresceu 0,18% em abril, depois de ficar estável um mês antes.

Por capitais, apresentaram aceleração em suas taxas de variação do INCC-M Belo Horizonte (passando de 0,17% para 0,83%) e Porto Alegre (de 0,05% para 0,32%). Por outro lado, Salvador (de 0,30% para 0,04%), Brasília (de 0,38% para 0,37%), Recife (de 0,24% para 0,09%), Rio de Janeiro (de 0,28% para 0,21%) e São Paulo (de 0,22% para 0,20%) registraram desaceleração.

Por Gabriel Gameiro

Veja também: