José Antonio Tessari assume o Conselho Estratégico da Abcic

José Antonio Tessari, da Rotesma Artefatos de Cimento, é o novo presidente do Conselho Estratégico da Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic), após eleição realizada em abril. A vice-presidência é assumida por Guilherme Fiorese Philipi, diretor da Marna Pré-Fabricados.

Com cerca de 100 associados, a Abcic foi fundada em 2001 para promover ações e iniciativas para desenvolvimento do setor, como, por exemplo, o Selo de Excelência ABCIC, programa que atesta a conformidade aos padrões de tecnologia, qualidade, segurança, meio ambiente e desempenho das empresas do setor de pré-fabricados, o Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricado, que prestigia empresas e profissionais do setor, e o Anuário ABCIC, que traz informações mercadológicas, técnicas e políticas da industrialização na construção.

O Conselho Estratégico é responsável por definir as ações estratégicas para a evolução e desenvolvimento do setor de pré-fabricados. Além dele, a Abcic possui uma presidência executiva, que é responsável pela execução do plano de atividades, desenvolvido a partir das diretrizes estabelecidas pelo Conselho Estratégico.

“Apesar de termos nossa sede em São Paulo, a Abcic é uma entidade nacional e nosso conselho contempla diferentes regiões do país e portes de empresa a fim de que as ações estabelecidas estejam alinhadas com a região e necessidades dos associados”, afirma a engenheira Íria Doniak.

O novo presidente do Conselho Estratégico, José Antonio Tessari, avalia que existe uma melhora no mercado, impulsionada pelo agronegócio nas regiões de potencial agrícola. “Também percebemos aumento de vendas para multinacionais envolvidas em projetos de infraestrutura. Dentre as novas tecnologias, nosso objetivo será focar especialmente nos concretos de resistência ainda mais elevadas, como o 60 Mpa, que já é uma realidade no setor. Como vimos recentemente no seminário em Florianópolis, nossa competitividade passa pelo CUAD (Concreto de Ultra Alto Desempenho). Assim como já consolidamos o auto adensável, chegaremos lá também”, disse.

Por Gabriel Gameiro

Veja também: